Screen Shot 2020-02-27 at 15.22.58.png
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.03
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.03

press to zoom
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.10
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.10

press to zoom
Screen Shot 2020-05-06 at 18.05.37
Screen Shot 2020-05-06 at 18.05.37

press to zoom
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.03
Screen Shot 2020-05-06 at 18.06.03

press to zoom
1/6

Em seu primeiro livro Ciça Carboni se apropria de imagens como suporte para textos críticos sobre a relação da mulher com a sociedade onde vive. Utilizando como foi condutor a poeta Cora Coralina, a autora cria uma narrativa ácida sobre a situação da mulher na sociedade moderna. A partir de mulheres ícones na história brasileira, Ciça apresenta uma realidade cruel que vive a mulher brasileira hoje. Nesse Quem sabia já morreu a fotografia serve apenas para reforçar histórias contadas ao longo do livro numa simbiose temática que fortalece a compreensão e gera incômodo por uma realidade que as mulheres precisam enfrentar em pleno século XXI.